Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 1 de março de 2010

Eu também vou reclamar

Trata-se de uma canção que Raul Seixas gravou no seu LP Há 10 Mil Anos Atrás. Era uma sátira de Raul Seixas aos grandes artistas da MPB que gravaram canções com mensagens subliminares contra o regime militar como uma anabolizante a mais para suas carreiras, a ponto de dificultarem sua compreensão diante de uma plateia jovem que, anos mais tarde, preferiu adotar as canções de protesto (algumas bem humoradas, outras bem diretas) do rock oitentista.

Não que Raulzito não quisesse deixar seus pitacos contra os valores do status quo. Ele também deu os seus pitacos, em canções bem humoradas (Eu também vou reclamar, Ouro de tolo, As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor, É fim de mês, Aluga-se) e em canções carregadas de contracultura (Sociedade Alternativa, O dia em que a Terra parou). Só que, ao contrário dos MPBistas, não transformou isso em muleta para apoiar sua carreira.

Afinal, Raulzito tinha talento para compor sobre inúmeros temas. E ele sabia que aquela palhaçada do status quo da época (que ele ironizava em algumas músicas) teria fim um dia. Cedo ou tarde.



Um comentário:

  1. Raul ainda continua sendo ótimo e o post tbm está dez!

    E aproveitando a descrição do blog, o convido para assistir o episódio piloto de "Republiqueta". "Republiqueta" é um curta-metragem de animação protagonizado pelo Presidente da República.
    Você pode assistir no YouTube ou no blog da produtora:

    http://blog.aeonav.com

    No YouTube em duas partes:

    http://www.youtube.com/watch?v=MC1Ik9eslbI

    http://www.youtube.com/watch?v=YqCRETGGbEU

    :)

    ResponderExcluir