Política, cultura e generalidades

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Dilma, Serra e Ciro no Carnaval de Recife

Palhaçada carnavalesco-eleitoral.

Fonte: O Globo.

Dilma, Serra e Ciro assistem ao desfile do Galo da Madrugada, em Recife

Publicada em 13/02/2010 às 17h54m
Letícia Lins

RECIFE - Prováveis candidatos à Presidência da República, a ministra Dilma Rousseff (PT), o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), aproveitaram o sábado de carnaval para assistir ao desfile do Galo da Madrugada, que arrastou cerca de um milhão de pessoas pelas ruas do centro do Recife, em Pernambuco.

Serra estava acompanhado dos senadores Sérgio Guerra (PE), Marco Maciel (DEM -PE) e Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE). Cercado de seguranças, o tucano não falou com a imprensa, mas elogiou o bloco. Depois, ele aproveitou para fazer corpo a corpo no meio da multidão.

- Não tenho medo de nada que tenha a ver com povo - disse.

Já o ex-governador do Ceará voltou a criticar o tucano, seu provável rival na disputa pelo Planalto. Ciro disse que é mais fácil um boi voar do que Serra se identificar com o eleitor do Nordeste. O governador de São Paulo tem frequentado festas da região e dançado forró.

O deputado declarou que não vai ser fácil para Serra se identificar com o povo nordestino porque isso é uma questão de "entranhas" e afirmou que o governador tem posições contrárias à região e à Amazônia. O ex-ministro do governo Lula falou também da ministra Dilma Rousseff e afirmou que ela não é uma adversária porque eles não têm diferenças conceituais, apesar da disputa pela Presidência da República.

Depois de participar do bloco Galo da Madrugada, o pré-candidato do PSB à Presidência, Ciro Gomes, partiu para o corpo a corpo nas ruas de Olinda, distribuindo abraços e posando para fotos principalmente, com o eleitorado feminino.

Dilma chegou ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, por volta das 12h. Em seguida, foi para o camarote oficial do governo, onde se encontrou com Ciro Gomes e com o governador Eduardo Campos (PSB). A ministra disse que foi à capital pernambucana não como pré-candidata do PT à Presidência, mas como uma foliã. Ela evitou falar de política, mas afirmou que não via problemas em dividir o mesmo camarote com o também pré-candidato Ciro Gomes. Dilma seguiu a pé pela Avenida Guararape, onde se concentrava o bloco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário