Política, cultura e generalidades

domingo, 31 de janeiro de 2010

O que é MPB

Explicarei para quem talvez não saiba de onde veio a sigla MPB.

Até o início de 1966, tudo o que fosse música brasileira era simplesmente chamado de música brasileira. O rótulo abrigava de tudo: os cantores da Era do Rádio, a bossa nova, o samba, as músicas regionais e mesmo a Jovem Guarda, apesar das controvérsias.

Segundo a Wikipedia:

A Música Popular Brasileira (MPB) é um gênero musical brasileiro. Apreciado principalmente pelas classes médias urbanas do Brasil, a MPB surgiu a partir de 1966, com a segunda geração da Bossa Nova. Na prática, a sigla MPB anunciou uma fusão de dois movimentos musicais até então divergentes, a Bossa Nova e o engajamento folclórico dos Centros Populares de Cultura da União Nacional dos Estudantes, os primeiros defendendo a sofisticação musical e os segundos, a fidelidade à música de raiz brasileira. Seus propósitos se misturaram e, com o golpe de 1964, os dois movimentos se tornaram uma frente ampla cultural contra o regime militar, adotando a sigla MPB na sua bandeira de luta.

Depois, a MPB passou abranger outras misturas de ritmos como a do rock e o samba, dando origem a um estilo conhecido como samba-rock, a do música pop e do Samba, tendo como artistas famosos Gilberto Gil, Chico Buarque e outros e no fim da década de 1990 a mistura da música latina influenciada pelo reggae e o samba, dando origem a um gênero conhecido como Swingue.

Apesar de abrangente, a MPB não deve ser confundida com Música do Brasil, em que esta abarca diversos gêneros da música nacional, entre os quais o baião, a bossa nova, o choro, o frevo, o samba-rock, o forró, o Swingue e a própria MPB.


Vale lembrar que todos os cantores da Era do Rádio, a Jovem Guarda, a música romântica e a música brega não figuraram na gênese da MPB.

A única coisa nova que foi incorporada posteriormente à MPB foi o rock brasileiro, a partir dos Mutantes e de Raul Seixas.

Tudo o que veio depois é música popular sim, mas não integra a sigla MPB.

Preciso explicar de novo?

MPB FM 90,3

A falência da MPB FM

Anuncio a falência definitiva da MPB FM como tal. Depois de incluir Odair José e Benito Di Paula na programação normal, agora ela tem um programa semanal chamado Noite Preta, apresentado por Preta Gil. Logo na estreia no último sábado, ela tocou Princípio, Meio e Fim, de Fábio Jr., uma música de Claudinho & Buchecha e outra do Harmonia do Samba.

Tendo em vista o texto que escrevi acima, a rádio FM 90,3 só pode ser chamada agora de Ex-MPB FM.

Texto publicado originalmente no Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário