Política, cultura e generalidades

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Brasileiros conhecerão indústria de indenizações dos EUA

E a família materna de Sean Goldman pensava que os maiores inimigos eram o governo brasileiro e o STF.

Fonte: O Globo.

Caso Sean: advogada de David Goldman diz que pedirá ressarcimento de US$ 500 mil à família brasileira do menino

Publicada em 29/12/2009 às 22h26m
O Globo


RIO - A advogada Patricia Apy, que defende o americano David Goldman, pai do menino Sean, de nove anos, informou que pedirá à família brasileira da criança o ressarcimento das despesas que seu cliente teve até conquistar a guarda do filho. O valor chega a US$ 500 mil, informou o Jornal Nacional. Na semana passada,
uma decisão do Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a entrega de Sean a David Goldman. A advogada disse também que a avó materna de Sean, Silvana Bianchi, ainda não apresentou pedido formal para visitar o menino e que, quando isso ocorrer, a solicitação precisará ser analisada. A família brasileira já teria declarado que só embarcará para os EUA quando tiver assegurado o direito de visitar Sean.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira em New Jersey, nos EUA, David Goldman não respondeu diretamente aos questionamentos dos jornalistas sobre as visitas a Sean pela família brasileira. O pai do menino informou apenas que todas as decisões terão como finalidade a felicidade da criança. David contou que Sean falou pelo telefone com a família brasileira pela segunda vez nesta terça-feira -
a primeira havia sido no Natal.

Goldman também relatou como Sean tem passado os dias. Pai e filho retornaram nesta terça-feira à casa da família, após passarem o Natal na Disney.

Segundo Goldman, ainda no avião que o levou do Brasil para os EUA, o menino perguntou várias vezes se eles estariam indo para a "nossa casa". Quando chegou à residência do pai, Sean encontrou intacto o quarto que deixou quanto tinha cinco anos, antes de sua mãe trazê-lo para o Brasil. Bruna Bianchi morreu em 2008, durante o parto de sua filha com o novo marido, o advogado João Paulo Lins e Silva, e desde então Goldman briga na Justiça contra o padrasto pela guarda de Sean.

David também contou na entrevista que, na manhã desta terça-feira, preparou café da manhã para Sean, que passou o resto do dia jogando videogame. O menino também teria manifestado o desejo de patinar no gelo.

- Ele está OK - disse David, sobre Sean.

A Sociedade de Jornalistas Profissionais criticou nesta terça-feira a emissora NBC por ter fretado um jato para transportar aos Estados Unidos Goldman e o filho e assim conseguir uma série de entrevistas exclusivas. A emissora americana, porém, afirmou que a entrevista ao programa "Today" já estava agendada antes de oferecer a Goldman a viagem de avião. Ainda segundo a NBC, o jato servia na verdade para transportar a equipe de jornalistas.

Leia também:
Ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos apoia a entrega de Sean Goldman
Sean e David Goldman chegam aos Estados Unidos
Relembre o caso Sean

Nenhum comentário:

Postar um comentário