Política, cultura e generalidades

domingo, 29 de novembro de 2009

UNE teria fraudado convênios com o Ministério da Cultura

Aquela entidade combativa dos anos 60 não existe mais. Hoje, a UNE é tão somente mais uma entidade chapa-branca e pelega como tantas outras.

Fonte: Terra.

28 de novembro de 2009 • 21h15 • atualizado em 29 de novembro de 2009 às 01h23

A União Nacional dos Estudantes (UNE) é suspeita de ter fraudado pelo menos nove convênios com o Ministério da Cultura, no valor de R$ 2,9 milhões. Para aprovar a verba para o Congresso Nacional da entidade, de R$ 342 mil, a UNE teria apresentado documentos de uma empresa de segurança fantasma. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

A entidade deveria ter entregado extratos bancários e notas fiscais para comprovar os gastos feitos com o dinheiro público em 60 dias ou devolver o dinheiro em 30 dias, mas não teria feito nem um nem outro. O presidente da UNE, Augusto Chagas, não desmentiu a existência de irregularidades, mas negou que tenha havido má-fé por parte da entidade. "A UNE também tem seus problemas adiministrativos", disse. Segundo ele, se forem comprovadas as irregularidades, a UNE devolverá o dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário