Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

SuperVia terá Trem do Funk no feriado do Dia da Consciência Negra

O título do blog serve como comentário para esta notícia. Brasil, um País de Tolos.

Tem mais um detalhe: Rômulo Costa, o dono da Furacão 2000, também é o secretário de cultura (???) exatamente de Belford Roxo!

Fonte: O Globo.

Publicada em 18/11/2009 às 20h05m

RIO - O batidão vai invadir os trens da SuperVia. No Dia da Consciência Negra, vai partir da Central do Brasil às 11h o Trem do Funk direto para Belford Roxo. O evento será parecido com o tradicional Trem do Samba, que há 13 anos reúne bambas numa viagem da Central a Oswaldo Cruz, todo dia 02 de dezembro. E além de funk, ainda vai ter samba.

A composição, com capacidade para 1800 passageiros, vai seguir em velocidade reduzida e terá paradas somente nas estações Jacarezinho, Mercadão de Madureira e Pavuna. Nestas paradas, haverá embarque de grupos locais, que darão voz aos diferentes estilos regionais do Funk.

Já confirmaram a presença: Mc´s Cidinho, Buchecha, Créu, Sapão, Menor do Chapa, Bruninha, Jonathan Costa e mais 57 Mc's e Dj´s. Da galera do samba, foram convidados Leandro Sapucaí, Neguinho da Beija-Flor, Ivo Meireles e bateria da Mangueira, além do grupo AfroReggae.

A festa começa a partir das 10h, na Central do Brasil, onde será instalado um palco, no qual se apresentarão figuras de destaque do cenário funk. Em Belford roxo, outro palco espera a chegada do Trem do funk para a realização de um grande baile a céu aberto, na Praça Principal.

A SuperVia vai reforçar o policiamento e alugar banheiros químicos para as estações Central e Belford Roxo.

- Este é um passo de suma importância para o funk. Embora o ritmo tenha caído nas graças do mundo e se popularizado na noite das principais metrópoles, ainda existe muita resistência aqui no nosso próprio estado. Eventos como este são importantes para mostrar à opinião pública que o funk, é, sim, uma vertente cultural, e merece respeito - comenta Rômulo Costa, da Furacão 2000, equipe que vai produzir o evento.

3 comentários:

  1. Uma coisa: antes da ALERJ liberar os "bailes funk", que agora estão autorizados a perturbar o nosso sono na hora e no dia que quiserem, o empresário Rômulo Costa era acusado de formar esquema de propina para subornar policiais para liberar "bailes funk" em determinadas casas.

    O cara é o maior 171, e no último dia 16 teve um amigo e também empresário funqueiro assassinato por motivos de vingança. O currículo do sr. Rômulo Costa é de fazer José Sarney babando de inveja. "Credo! Sou apenas um senador maranhense! Se eu fosse empresário de 'funk', ficaria muito mais rico e mais popular!" diria, talvez, o 'escritorzinho' de São Luís.

    Mas hoje Rômulo Costa está assim com nossas autoridades. Ai, ai, quanta bobagem nesse Estado de Tolos que é o Rio de Janeiro, integrante da República Federativa dos Tolos que é o Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Romulo Costa, funqueiro-businessman e comedor de criancinha (Marlboro não tá sozinho, não. Você e a suas gatinhas, velho tarado!), quem não se respeita não merece respeito.

    "Funk" é a música de que não se respeita. E vai desaparecer com a evolução da sociedade, vocês vão var!!! Isto é uma C.E.R.T.E.Z.A.!

    ResponderExcluir
  3. Aliás, porque ainda insistem em tratar o "funk" carioca como coisa séria se as pessoas realmente sérias reprovam com unanimidade esse ritmo bossal e totalmente ridicularizante?

    Querem que o pobre seja feito de trouxa.

    ResponderExcluir