Política, cultura e generalidades

terça-feira, 3 de novembro de 2009

O funk carioca no poder e na velocidade 108

Vou detonar, agora. Danem-se os funqueiros, se ficarem incomodados. Não tenho medo de cara feia.

O funk carioca faz beicinho, posa de rebelde e discriminado, dá pití, mas está no poder, no pior sentido da palavra. Tem o apoio do dial FM, das Organizações Globo, dos intelectuais e colunistas amestrados e de toda sorte de criminosos, tanto os das favelas, os do colarinho branco e os da política, do DEM ao PCO.

Essa gente será tirada do poder. Pode demorar gerações. Mas as conquistas definitivas são conquistadas com persistência e tempo.

Enquanto isso, já que o dial FM acaba em 108, continua o créu na velocidade 108.

Publicado originalmente na comunidade Dial Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário