Política, cultura e generalidades

domingo, 15 de novembro de 2009

O chororô de daqui a 1 ano

A cada dia, aumento a lista de blogs relacionados a este. Tem os direitistas e tem os esquerdistas (sejam chapa-branca, PSOListas ou esquerdistas sem partido). Alguns defendem o governo Lula com unhas e dentes. Outros preferem defender com unhas e dentes o legado do tucanato, outros são PSOListas que se unem sorridentes ao Governo se for para combater os demo-tucanos, e há os que atacam a todos indistintamente, como este blog faz, atacando do DEM ao PCO. Sejam blogs conservadores ou progressistas.

Eu fico imaginando essas torcidas organizadas dos candidatos presidenciais daqui a um ano. Se Dilma Rousseff for eleita presidente, os demo-tucanos (enrustidos ou assumidos) vão ficar de novo com cara de babaca, como ficaram depois da derrota de Geraldo Alckmin em 2006. Uns ameaçarão deixar o país (já vão tarde), outros vão ficar mais quatro anos espumando de raiva na grande mídia e nos blogs da vida. Mas se o eleito for algum tucano, principalmente José Serra, ficarão as viúvas de Lula chorando pelos cantos, dizendo que o Serra vai acabar de entregar o que FHC não entregou, dirão que o Brasil andará para trás, receberão a solidariedade dos rivais (ha ha ha ha ha...) do PSOL e da extrema-esquerda, e a extrema-direita (alguns até do PP, que apoia Lula) dirá que Serra colocará em frente seus planos de implantar um regime stalinista-serrista.

O que sei é que este blog continuará espinafrando o risível cenário político-social brasileiro, como tem feito desde o início. E como eu sempre fiz desde o colegial, mas agora tenho um blog para expor minha indignação e até meu bom humor.

E pensar que esta jornada começou com um protesto contra o fim de uma emissora de rádio...

2 comentários:

  1. Pois é meu amigo, eu fiz um blog somente para contar as história das minhas caminhadas pelo país e alguns países da américa latina , mas acabei expondo minhas idéias e ideais.

    ResponderExcluir
  2. Ganhe Serra ou ganhe Dilma e verdade é que no final todos nós que sustentamos esse pais, perdemos.

    Não tem menos pior, no fim são todos iguais.

    ResponderExcluir