Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Mais da metade de São Paulo torce pelo Flamengo

O tricampeonato consecutivo do São Paulo no Campeonato Brasileiro (2006-2008) é um produto da decadência do futebol brasileiro (só amenizada pelo baixo nível do futebol sul-americano em geral), consequência direta da marginalzação do futebol-arte em prol de um futebol estritamente comercial, dado a esquemas de cartolagem, politicagem e corrupção.

Não que o tri consecutivo sãopaulino não tenha sido merecido, porque de fato foi.

No sábado e ontem, caminhando pelas ruas de São Paulo e Embu das Artes, vi um monte de sãopaulinos com camiseta do clube, num nível que jamais vi com qualquer um dos clubes cariocas no Rio de Janeiro. O São Paulo venceu o Vitória por 2 a 0, no sábado, e ficou a três pontos do então vice Palmeiras.

Só ontem, num show num pequeno bar em São Paulo, tinha dois sãopaulinos com camisetas do time. Inclusive um dos organizadores.

Mas eis que mais da metade do estado de São Paulo está torcendo pelo título do Flamengo, que ontem derrotou o Náutico por 2 a 0 no Estádio dos Aflitos, chegando à vice-liderança, com apenas dois pontos a menos que o São Paulo.

Claro que os paulistas que torcem pelo título do Flamengo não morrem de amores pelo rubro-negro carioca. Eles torcem para outros times paulistas que não o São Paulo, e querem apenas que o São Paulo veja frustrado o sonho do tetra consecutivo. Há quem suspeite que o Corinthians (que enfrentará o Flamengo no estádio Pacaembu na penúltima rodada) facilitará as coisas para o time carioca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário