Política, cultura e generalidades

domingo, 29 de novembro de 2009

DF: O sujo falando do mal lavado

PMDB
Joaquim Roriz criticando o governador José Roberto Arruda é risível.

Ricardo Noblat fez um encerramento magistral para seu texto:

Enviado por Ricardo Noblat - 27.11.2009 17h08m

Roriz lamenta corrupção no governo Arruda

Do ex-governador Joaquim Roriz, hoje, em telefonema para um amigo: "A que ponto chegamos... Nunca imaginei que pudesse haver corrupção no governo do Arruda. É lamentável".

Ontem à noite, Roriz havia antecipado em conversa com assessores a operação detonada hoje pela Polícia Federal para recolher documentos que provem a existência de um suposto mensalão local patrocinado pelo governador José Roberto Arruda, do DEM.

Durval Barbosa, que delatou à polícia o suborno de deputados distritais e licitações irregulares, é o atual secretário de Relações Institucionais do governo Arruda. Em 2003, era o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Planalto Central (Codeplan) do governo Roriz.

No fim da campanha de 2002, quando Roriz, governador, era candidato à reeleição, Durval foi um dos personagens de escândalo apurado pelo Ministério Público do Distrito Federal.

Roriz está eufórico. Arruda tomou-lhe o PMDB. Tomou-lhe os principais aliados - entre eles o deputado Tadeu Felipelli (PMDB), no passado tratado por Roriz como seu possível herdeiro político.

Roriz foi obrigado a se filiar ao PSC para ser candidato à sucessão de Arruda. O PSC só terá 1 minuto de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão durante a campanha - contra mais de 15 minutos da coligação de partidos que apóia Arruda.

A esperança de Roriz é que a coligação em torno de Arruda se desmanche. E que vários partidos troquem de lado.

A próxima será uma das campanhas para governador mais sujas da história do Distrito Federal.

Há dossiês contra todos os prováveis candidatos. Nenhum escapará incólume.

3 comentários:

  1. Continuando no assunto "falcatruas e picaretagens" mas mudando os protagonistas: http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4127785-EI306,00-UNE+teria+fraudado+convenios+com+o+Ministerio+da+Cultura.html

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Shogum! A manchete sobre a UNE ganhará uma postagem à parte.

    ResponderExcluir
  3. Marcelo,
    Eu conheço a biografia de Joaquim Roriz mesmo não morando lá. Como voce ja sabe tenho parentes la e ele me contam como ele é. Ele foi um, senão o mais corrupto governador da historia de Brasilia. Ele promovue as maiores grilagens de terras do Distrito Federal, roubou pra cacete, usou e deverá usar de voto de cabresto e troca de tijolo por voto. Ele age como coronel no Distrito Federal e age assim, pois acha que parte das terras que hoje formam o distrito Federal ainda são dele. Seus pais eram donos de fazendas antes desta parte do território de Goias se tornar Distrito Federal quando esta terra ainda eram partes dos municipios de Formosa, Corumbá de Goias e Planaltina. Por conta disso que ele aje desta forma, pois ele se acha um ACM da vida. Não estou querendo defender o Arruda, mas o Roriz é dez vezes pior do que ele com certesa.

    ResponderExcluir