Política, cultura e generalidades

sábado, 24 de outubro de 2009

Tucanos otários armam a própria derrota (de novo)

Tucano - mascote do PSDB
Será que 2010 repetirá 2006?

A bagunça no ninho tucano continua. Voa pena para todos os lados.

Quem atesta isso não é nenhuma petralha ou lulista. É uma das tucanas das Organizações Globo: Lucia Hippolito.

Fonte: Tucanos de salto alto -- de novo!.

Reportagem do jornal O Estado de São Paulo informa que o vazamento de uma pesquisa encomendada para uso interno do PSDB irritou profundamente o governador Aécio Neves.

Segundo dados da pesquisa, José Serra lidera a disputa presidencial com 41% das intenções de voto, contra 17% de Dilma Rousseff.

Até aí tudo bem. O que irritou o governador de Minas foi a informação de que, apresentada uma chapa Serra-Aécio, as intenções de voto permaneciam as mesmas: 41%.

Leitura: a presença de Aécio na chapa não alteraria em nada a posição de Serra.

O governador se sentiu desrespeitado e reclamou da direção nacional do partido.

Aécio governa o segundo maior colégio eleitoral do país. É o governador mais bem avaliado do país. E tem um carisma danado.

Em Minas Gerais, é impressionante a muralha de apoio a Aécio Neves.

Isto não é razão suficiente para que seja ele o candidato. Apenas ele não pode ser atropelado. Precisa de uma saída honrosa. Uma satisfação a dar ao povo de Minas.

O que Aécio não pode é, simplesmente, não disputar.

De outro lado, tudo o que o governador José Serra não precisa é ter Minas Gerais contra ele. É um eleitorado grande demais para Serra se dar ao luxo de dispensar.

O que não se pode é apresentar ao governador de Minas Gerais um prato feito.

Quem garante que o governador José Serra é o candidato preferido dos brasileiros? Pesquisas realizadas com um número muito reduzido de entrevistados, e a mais de um ano das eleições, querem dizer muito pouco.

É um risco muito grande confiar apenas nelas.

Não se esqueçam de que, um ano antes das eleições de 1989, Leonel Brizola já estava encomendando o terno para a posse... E não chegou ao segundo turno.

Cinco meses antes das eleições de 1994, Fernando Henrique não tinha 10% das pesquisas, Lula estava praticamente eleito. E Fernando Henrique derrotou Lula e foi eleito no primeiro turno.

Eleição é salto triplo sem rede. É muito arriscado contar com resultados tanto tempo antes.

Se o candidato tucano sair do consenso do PSDB, tem alguma chance. Mas se for imposto na base da birra, o partido pode se preparar, porque vai perder de novo.

E será bem feito!


Há de se acrescentar o fato de que José Serra não quer ser eleito presidente da República. Ele quer ser ungido, convocado ou coisa parecida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário