Política, cultura e generalidades

domingo, 18 de outubro de 2009

Se o terrorismo aéreo e terrestre do narcotráfico tivesse ocorrido há 15 dias, a Olimpíada de 2016 não seria no Rio

Rio 2016 - Cidade dispendiosa
Enviei para o jornal Tribuna da Imprensa este texto para o que eles publicaram sobre os atos terroristas de ontem:

Seria uma bênção se anulassem a escolha do Rio como sede da Olim Piada 2016. Assim, não teríamos novos episódios lamentáveis como o desvio de verbas da educação, da saúde e da conservação das ruas para o Pan 2007 e não teríamos superfaturamentos nas obras, como a do Engenhão. E ainda quebraríamos politicamente essa máfia do PT e do PMDB, como Lula, Cabral Filho e Eduardo Paes.

Há de se acrescentar que os gringos não são tolos, como eu disse na postagem anterior.

2 comentários:

  1. Isso sem contar com a horda de mendigos e bandidos que serão jogados para Niterói durante as Olim Piadas.

    Os niteroienses terão uma outra olimpíada, com jogos disputados pelos próprios moradores, cujo objetivo é fugir do perigo oferecido pelos meliantes sedentos pelos bens alheios.

    Tomara que os Helicópteros derrubados pelos meliantes não caiam em cima das maravilhas que existem nas terras de Araribóia. E muito menos em minha casa.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com o post e acho ainda mais incrível lembrar que, há alguns dias atrás, a Forbes indicou o Rio de Janeiro como a cidade mais feliz do mundo!

    Moro em Vila Isabel e, sinceramente, isso aqui virou uma tristeza!

    Há tempos, inclusive!!!!

    E isso não é novidade.
    O pior cego é aquele que não quer ver!

    Sou completamente contra a realização desses jogos aqui tb.

    Que cuidem primeiro da saúde e da educação do nosso povo!

    E tenho dito!!!!!

    ResponderExcluir