Política, cultura e generalidades

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Igreja da Penha foi usada por traficantes

Rio 2016 - Cidade dispendiosa
Mais um capítulo rumo à Copa 2014 e à Olim Piada 2016.

Agora o Arcebispo recém-chegado sabe como são as coisas no Rio.

Fonte: Arcebispo do Rio confirma que a Igreja da Penha foi usada por traficantes.

Flávio Tabak - O Globo

RIO - O arcebispo do Rio,
Dom Orani Tempesta, confirmou na tarde deste domingo que a Igreja Nossa Senhora da Penha foi usada por traficantes de drogas para vigiar a movimentação de policiais nos arredores do templo, cercado por favelas. O fato foi revelado por Ancelmo Góis em sua coluna, no Globo, na última quarta-feira. Segundo a nota, havia chegado a Dom Orani a informação de que a Igreja da Penha tem sido invadida frequentemente por traficantes de favelas vizinhas. Os bandidos usariam a torre da igreja para controlar a chegada de policiais, o que estaria preocupando a Arquidiocese.

Após participar da procissão da 374ª Festa de Nossa Senhora da Penha, que passou várias ruas do bairro, o arcebispo falou sobre o episódio na tarde deste domingo.

- Quando há um problema qualquer, eles usam a torre para ver quem está chegando. Acontece em todo o lugar, não só em igrejas, mas também em casas. Faz parte dessa guerra urbana. A preocupação é de todos, e a Igreja não está isenta disso - disse o arcebispo, próximo à escadaria da igreja, que estava decorada com bandeiras com motivos pedindo pela paz.

Dom Orani disse ainda que na semana passada estava em
Brasília, para um evento da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, mas ressaltou que vem conversando sobre a violência, desde que assumiu o posto, com o governo:

- Como cidadão, a gente também tem direito de reclamar. Já conversamos, desde o começo, com o governo. Isso não é novidade nem para prefeitura nem para o governo do Estado.

2 comentários:

  1. Fiquei triste ao saber disso porque apesar de não ser católico, gosto muito da belíssima Igreja da Penha.

    Nunca fui lá, mas gostaria de ir. Se os bandidos deixassem...

    ResponderExcluir
  2. Isso mostra que os traficantes agem como uma instituição paramilitar, o que deveria significar ações policiais intensas e enérgicas, se preciso com a ajuda das Forças Armadas.

    Mas nossas autoridades, tão boazinhas, acham que os traficantes são apenas ladrões arrogantes e bravateiros, e nada fazem de definitivo para acabar com a criminalidade.

    Os fiéis já não podiam ir à Igreja da Penha por medo de balas perdidas naquela perigosa área, agora terão menos vontade de ir lá porque a qualquer momento os traficantes poderão render os fiéis, que terão que rezar em casa, devido à insegurança acima dos limites toleráveis.

    ResponderExcluir