Política, cultura e generalidades

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Delegacias especializadas pegam fogo no Rio

Que coindidência! Aí tem...

Fonte: Delegacias pegam fogo em São Cristóvão.

Rio - Um incêndio destruiu a Delegacia de Repressão a Crimes de Propriedade Imaterial (DRCPIM), da Polícia Civil, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, na noite de quinta-feira. A delegacia é responsável pelo combate à pirataria no Rio.

No mesmo local funcionam ainda as delegacias de Defesa Serviços Delegados (DDSD) e a de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), também atingidas pelo fogo.

O incêndio começou por volta das 22h30m e ainda não há informações sobre as causas. Houve explosões porque o fogo atingiu o paiol da delegacia, onde eram guardadas armas e munições.

Parte dos inquéritos conduzidos pela DDSD - que investiga os ataques ao trem da Supervia na semana passada - pode ter sido destruído pelo incêndio. No início da madrugada desta sexta-feira, o sub-chefe operacional da polícia Civil, Carlos Oliveira, disse que o fogo destruiu parte do material arquivado DDSD e todo o material guardado na DRCPIM.

- Ainda não sabemos o que foi destruído. Ainda tem fogo no local, mas, assim que o trabalho dos bombeiros acabar, faremos um inventário do que foi destruído - disse Oliveira.

As duas delegacias dividem com a Delegacia do Meio Ambiente as instalações em um pátio no Largo da Cancela. O fogo teria começado no depósito da DRCPIM, onde era guardado todo o material apreendido pela especializada, e teria rapidamente atingido a delegacia vizinha. De acordo com Oliveira, peritos farão uma vistoria no local para determinar o que causou o incêndio.
- Tudo leva a crer que o fogo começou com um curto-circuito no depósito, onde, devido aos recordes de apreenção de material pirata, havia grande quantidade de material inflamável.

O delegado, no entanto, não descartou a hipótese de que o incêndio que atingiu duas delegacias especializadas em São Cristóvão tenha sido criminoso.

Oliveira confirmou ainda que policiais de uma das especializadas fazia um churrasco no momento do incidente, mas garantiu que a comemoração não teve qualquer influencia no incêndio. Segundo ele, os policiais estavam a mais de cinquenta metros do local onde o fogo teria começado.

Assim que o fogo começou, o Corpo de Bombeiros foi acionado. Pelo menos três caminhões foram chamados para controlar as chamas. Por causa do trabalho dos bombeiros,o tráfego de veículos foi parcialmente interditado na Rua Luiz Gonzaga.

COMENTÁRIOS


Paulo Caetano Pinheiro - e-mail
16/10/2009 - 02h 00m
Já era de se esperar. Tudo limpo e apagado. BELTRAME ESTÁ FELIZ. CABRAL ADOROU! MAIS VERBAS PARA A CAMPANHA. E A PIRATARIA VAI CONTINUAR. CUSTOU CARO MAS SEGUNDO CABRAL E BELTRAME VALEU A PENA. UM CHURRASCO É SEMPRE UM CHURRASCO. CASO ENCERRADO E DELEGADO PROMOVIDO. PONTO FINAL. VERGONHA NACIONAL.

Um comentário:

  1. A nação funqueira ficará feliz, uma vez que o comércio pirata é fonte de renda de muitos "comerciantes" do subúrbio, que para justificar seu trabalho também lançam álbuns "independentes" de novos "artistas" funqueiros.

    O combate à pirataria fica complicado com muitos documentos reduzidos a cinzas.

    ResponderExcluir