Política, cultura e generalidades

terça-feira, 30 de junho de 2009

TV Record quer Xuxa

A TV comercial brasileira é um lixo só. E continuará sendo, mesmo na era da TV digital.

Por mim, uma dessas emissoras (Globo, Record, SBT, Rede TV! ou Band) poderia fazer o favor de se desfazer de todas essas tranqueiras da TV brasileira (Xuxa, Ana Maria Braga, Faustão, Luciana Gimenez, Raul Gil, Ratinho, Hebe, Gugu, etc). Assim poderíamos ter ao menos um grande canal de TV aberta com boa programação.

Quem sabe seria melhor uma dessas emissoras concentrar todas as tranqueiras, para que as outras melhorassem. Desde que não apelassem para televendas ou picaretas de Cristo o dia todo, como faz a CNT.

Depois de Gugu, Record quer Xuxa

Ter, 30 Jun, 05h53

Por Redação Yahoo! Brasil

Depois de 23 anos de trabalho na Globo, Xuxa anda insatisfeita com o horário de seu programa e poderá partir justamente para a maior rival de sua atual casa, a Record. Segundo a revista "IstoÉ" que está nas bancas nesta semana, a oferta da segunda colocada no Ibope é tentadora: um programa de auditório com três horas de duração, aos domingos à tarde, antes do que será comandado por Gugu. O salário seria ainda maior do que os R$ 2,5 milhões que hoje a loira recebe da Globo.

A cada semana que passa acumulam-se os indícios de que a eterna Rainha dos Baixinhos anda insatisfeita com o horário de seu "TV Xuxa", que ocupa as manhãs de sábado na atual grade da TV Globo, tanto que no último fim de semana, ao lado da amiga Ivete Sangalo, Xuxa desabafou no ar: "Passaram esses sábados e a gente não se viu. Mas acontece que tinha coisa no ar. A gente quer todo sábado", disse, referindo-se à prática da emissora que, quando transmite eventos esportivos nas manhãs, joga seu programa para escanteio.

Em plena fase de
guerra entre as TVs, Xuxa não está nada contente com seu trabalho. Somando-se a isso o fato de que seu contrato expira-se em dezembro, surge um sinal verde para os bispos da Record.

Ou seja, depois de tentativas frustradas de tirar Faustão e Luciano Huck do casting da emissora carioca, executivos da vice-líder estariam dispostos a contratar a loira para tê-la como companheira de Gugu Liberato, recentemente contratado a peso de ouro. A disputa por Xuxa parece, portanto, ser a bola da vez na dança das cadeiras que, além da movida de Gugu, viu Eliana e Roberto Justus trocarem a Record pelo SBT na semana que passou.

Um representante da loira afirmou que se nos próximos dois meses as conversas com a Globo não evoluírem, pode haver negociações mais contundentes com a Record. O namoro entre Xuxa e Record, diga-se, já tem um histórico: há dois anos e meio a emissora do bispo elaborou uma proposta, mas ela optou por renovar com a Globo.

Hoje, porém, o cenário é bem diferente. Além do alto grau de insatisfação da estrela, a Record melhorou bastante sua estrutura e a qualidade de sua programação nos últimos dois anos, além de estar se consolidando na vice-liderança isolada de audiência. Mas será que é o suficiente para dar fim aos 23 anos de casamento entre Xuxa e Globo? Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

A "canonização" de Michael Jackson

Segundo informou um amigo leitor do TRIBUTO, na madrugada do último dia 25 (quinta) para 26 (sexta) a FM O Dia 100,5 fez um especial sobre a vida e a carreira de Michael Jackson. Segundo a fonte, "o especial "Valeu Michael Jackson" foi apresentado por Marcson Muller e teve convidados de vários estilos musicais contando como Michael Jackson influiu nas suas carreiras e suas vidas. O especial tocou várias músicas do cantor, desde a era dos Jackson Five".

Se a FM O Dia fez um especial com o Michael, parabéns para ela. Mas fica estranho ela colocar trechos do especial durante o dia, tocando músicas como Beat It e depois uma sequência de dez pagodes. Quebra o ritmo da própria rádio, sem contar que parece hipocrisia de uma rádio que, nesses mais de dez anos de história, nunca prestigiou o pop internacional.

Outras rádios também passaram a tocar Michael Jackson praticamente de hora em hora. A Nativa FM 103,7, as rádios "adultas" (as que os Associados e a CBN não mataram) e as rádios pop têm legitimidade, pois nunca deixaram de tocar Michael, ao menos nos horários de flash-backs. As demais FMs tocarem Michael agora é oportunismo mórbido.

Neste país em que deturpa tudo, até a fé católica que supostamente a maioria segue, basta qualquer um morrer que logo vira santo. Só faltam pedir a canonização do homem. Isso também aconteceu com figuras como Roberto Marinho, Leonel Brizola e Antonio Carlos Magalhães, reverenciadas até por gente que os criticava.


Aliás, por quê a FM O Dia fez o tal especial "Valeu Michael Jackson" de madrugada? Deve ter sido por vergonha de tocar músicas dele.

Publicado originalmente em 28 de junho de 2009 no Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro.

domingo, 28 de junho de 2009

A lixeira do Primeiro Mundo

Não bastavam as tentativas de importação de pneus usados. Agora, a Receita Federal investiga envio de 1.200T de lixo tóxico ao Brasil provenientes da Inglaterra. Os containeres estão retidos em portos do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Na documentação, está escrito que a carga é de polímero de etileno para reciclagem, mas ao abrir os containeres, a Receita encontrou lixo orgânico doméstico.

A prática é comum entre administradores de lixões da Europa. Eles usam documentos falsos para desviar o lixo para países mais pobres, principalmente da África, chegando a vender o lixo como se fosse material reciclável. Ao que tudo indica, o Brasil entrou na rota ilegal de despejo de lixo da Europa.

Cinco empresas brasileiras foram autuadas pelo Ibama, pela importação de lixo doméstico, que é proibida por uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente. Suspeita-se que haja brasileiros participando do esquema na empresa exportadora inglesa, porque foi encontrado num container um tambor de plástico com brinquedos sujos e um bilhete em português escrito: “favor doar esses brinquedos pras crianças pobres do Brasil. Lavar antes de usar”.

O Ibama deu 20 dias para as cinco empresas brasileiras devolverem o lixo para a empresa inglesa. O Ministério Público Federal e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária iniciaram investigações.

O Brasil virou lixeira do Primeiro Mundo. Literalmente.

sábado, 27 de junho de 2009

Rede Aleluia: a caixinha de música do Bispo Macedo

Uma das piores coisas que pode acontecer no rádio é uma emissora trabalhar exclusivamente para o pessoal interno, não para os ouvintes. O Rio de Janeiro tinha até o último dia 8 duas rádios que eram como que caixinhas de música para sócios de suas franquias. Uma era a Paradiso FM, que tocava as músicas da adolescência do casal Angélica e Luciano Huck. A rádio mudou de nome no dia seguinte para SulAmérica Paradiso, mudando também sua planilha musical, reduzindo a execução de músicas pop dos anos 80.

A outra caixinha de música continua no ar. Desde que entrou no ar, a programação musical da Rede Aleluia não faz outra coisa que não seja reproduzir as músicas da preferência pessoal do bispo Edir Macedo. O cardápio varia de baladas evangélicas internacionais e nacionais (apenas algumas do hinário da Igreja Universal do Reino de Deus) a músicas seculares instrumentais, principalmente de estéticas norte-americanas. Uma cafonália generalizada.

Publicado originalmente na resenha da Rede Aleluia no Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Michael Jackson na última promoção da antiga FM 105

Michael Jackson, falecido ontem, é mais um grande talento que partiu cedo demais.

Eu não era lá um graaaaande fã do Michael, apesar de ter comprado o vinil do Bad e ter o do Thriller que minha tia me deu. Mas sei que era um talento raro, e já faz muita falta. Só não faz falta para aqueles extremistas emepebistas, como o pai do governador do Rio de Janeiro.

É lamentável perder a Antena 1 Lite FM e o Michael Jackson no mesmo mês. Estamos musicalmente mais pobres.

Eu lembro que a última promoção da rádio FM 105 (vendida à Rede Aleluia) foi com Michael Jackson. Era a promoção de sua coleção de CDs, se não me engano. Lembro que o resultado da promoção foi divulgado na rádio num domingo, e no dia seguinte os ouvintes podiam buscar seus prêmios na sede da rádio (ainda no antigo prédio do Jornal do Brasil na Av. Brasil, 500) já com a rádio tocando Edir Macedo e seus Blue Caps direto. Se Michael tinha sucessos como Thriller, The Girl is Mine, Beat It e Billie Jean, os de Edir e seus Blue Caps são Sessão do Descarrego, Corrente dos 70, Nação dos 318 e Fogueira Santa de Israel.

Agora, uma pergunta: o que a fofoqueira Juju do Show do Antonio Carlos (Globo AM) fará agora, sem ter as novas presepadas do Michael Jackson para comentar?

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Cadeira do Bispo Crivella a perigo


Só mesmo num País de Tolos um bispo falsificado como Marcelo Crivella (PRB-RJ) pode se tornar senador. Eleito em 2002, seu mandato acaba em 2010, ano da eleição dos sucessores de dois senadores do Rio, um deles o próprio Crivella.

O Instituto Brasileiro de Pesquisa Social (IBPS) divulgou uma pesquisa no domingo passado, e apontou as intenções de voto para senador. Meu colega Felipe da Comunidade Rio de Janeiro RJ fez estes comentários:

O IBPS entrevistou por telefone 1.106 eleitores, em 35 municípios. A consulta foi feita com recursos próprios, entre os dias 16 e 18. A margem de erro é de 3 pontos para mais ou para menos.

Disputa pelo Senado está mais acirrada

A briga pelas duas vagas de senador em 2010 está mais acirrada do que a de governador. Cinco nomes aparecem como favoritos e tecnicamente empatados: Marcelo Crivella (PRB), Fernando Gabeira (PV), Denise Frossard (PPS), Jandira Feghali (PCdoB) e Benedita da Silva (PT).

A surpresa foi o nome da ex-juíza Frossard, que não havia sido incluída em consultas anteriores. Afastada da política desde que perdeu o governo para Sérgio Cabral, em 2006, de acordo com Tadeu, ela mostrou que tem eleitores fiéis.

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani (PMDB), apesar de já estar em pré-campanha, com apoio do governador e do prefeito Eduardo Paes, aparece apenas com 1% das intenções de voto.

- Fonte: SRZD –


Boa. Falta muito pouco para Gabeira e Frossard colocarem o bispo paraguaio para fora do Senado.

Também consola saber das chances diminutas do Picciani, presidente da ALERJ.

terça-feira, 23 de junho de 2009

O concurso do novo mascote do PR

O PR – Partido da República - está anunciando hoje na TV seu concurso para a escolha do novo mascote do partido. Estão oferecendo R$ 10 mil para o vencedor.

Eu sugiro como mascote um dos Irmãos Metralha. Um sujeito mal-encarado, com venda nos olhos e vestindo uniforme de presidiário: calça azul, boné azul e camiseta laranja claro (ou vermelha, que é a outra cor do partido) com o número 171-22.

22 é uma referência ao número do PR.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

BRock virou música de tiozinho





Na reportagem Nelson Motta diz que 90% da música brasileira 'é porcaria', tudo já foi dito pelos leitores do jornal na caixa de comentários. Mas houve um que ficou sem resposta:

MAROMBÃO
22/06/2009 - 13h 55m

Vamos atribuir uma boa parte desta degenerescência ao próprio Nelsinho Motta, que nos anos 80, junto com o ANDRÉ MIDANI, escancarou todas as portas e janelas da mídia pra esta praga chamada BROCK. Hoje os jovens praticamente execram Chico Buarque, ignoram Tom Jobim, desconhecem a dupla Bosco/Blanc e não estão nem aí para a obra de IVAN LINS/VITOR MARTINS. Sem contar os grandes sambistas, compositores-friffe como Paulinho Pinheiro e outros. Mas acham CAZUZA, RENATO RUSSO E TITÃS O MÁXIMO.

Respondi a ele:

Marcelo de Jesus Delfino
22/06/2009 - 21h 49m

Marombão, é muita ingenuidade de sua parte dizer que os jovens de hoje ignoram Chico Buarque, Tom Jobim, João Bosco, Aldir Blanc, Ivan Lins e Vitor Martins, só por causa do BRock. Na verdade, eles ignoram tanto o BRock como a MPB. Além de ambos os grupos estarem fora das paradas de sucesso, o BRock virou música de tiozinho, tal como a MPB se tornara nos anos 80. Cazuza e Renato Russo faleceram, e os Titãs fazem agora discos com Rick Bonadio, produtor de bandas emo, sem convencer os tiozinhos e sem convencer sequer a garotada emo.

Lula jornalista



Charge do jornal A Gazeta, de Vitória (ES).



domingo, 21 de junho de 2009

Sobre os tolos que põem Lula no mesmo nível de Getúlio Vargas

Até hoje, um grupo de distintos senhores se reúne anualmente diante do busto de Getúlio Vargas na Cinelândia, no aniversário de seu suicídio, para lembrar dos feitos daquele presidente.

Será que teremos velhinhos se reunindo para lembrar do Lula em 2065?

Não sou governista

A respeito da minha postagem anterior, estou debatendo o assunto na seção de comentários d’O GLOBO. Um leitor questionou:

BEGUSO 21/06/2009 - 18h 36m

Marcelo de Jesus Delfino
Petista além de defender ladrão como o LULLA que defendeu um cara que ele rotulou de o MAIOR LADRÃO DO BRASIL, fica no site falando burrices. O TCU só investiga e encaminha relatório ao Senado, que é quem tem competencia de paralisar obras.
ENTENDEU?

VADE RETRO SATNAS, LULLA NUNCA MAIS.

BEGUSO 21/06/2009 - 18h 39m

Marcelo de Jesus Delfino
Responda uma coisa ao pessoal do site. Você está defendendo o LULLA que defendeu um cara que ele mesmo rotulou de o MAIOR LADRÃO DO BRASIL?

É isso mesmo, vocês está defendendo o sarney?

É evidente que respondi.

Marcelo de Jesus Delfino 21/06/2009 - 18h 46m

Beguso, boa noite.

Eu jamais criaria um blog chamado Brasil, um País de Tolos se confiasse no Lula ou em qualquer governista de alta patente, como o senador Sarney.

Marcelo de Jesus Delfino 21/06/2009 - 19h 29m

Não devo satisfações a governistas, oposicionistas ou a qualquer -ista. Escrevo o que quero.

Quanto ao senador Sarney, esse vive nas tetas do Estado desde pelo menos a década de 60. Foi aliado de tudo quanto foi governo (os militares, FHC, Lula). Quem não lembra quando ele mesmo foi Presidente? Plano Furado I, Plano Furado II, congelaumentos, ágio, desabastecimento, hiperinflação, Ferrovia Norte-Sul, Selo Pedágio, cinco anos de mandato na Constituinte em troca de concessões de FM e de TV, etc.

Governo não quer TCU paralisando obras, muito menos as do PAC

O negócio é fazer tudo de qualquer maneira, gastando montanhas de dinheiro, sem garantia de qualidade das obras. Que nem Cidade da Música. E tem que fazer tudo correndo, porque Dilma vem aí.

Para garantir a rapidez, governistas tentam tirar no Congresso o poder do TCU sobre obras. Segundo reportagem d’O Globo, “O TCU encaminha todo o ano à Comissão Mista de Orçamento uma lista de obras com indícios de irregularidades graves e indicação de paralisação. Essa lista é anexada ao Orçamento e aprovada pelo Congresso. E o repasse de recursos do Orçamento para essas obras é bloqueado até que as irregularidades sejam sanadas. Cabe à Comissão Mista alterar a lista, se considerar adequado, mas, temendo a repercussão negativa, o Congresso não libera obras sem o sinal verde do tribunal”.

Há de se anotar que o TCU é hoje composto basicamente por membros indicados na Era FHC, a maioria indicados por políticos do DEM. O que tem feito com que o Tribunal requeira a paralisação de obras da União unicamente com o objetivo de provocar vexame no Governo.

No entanto, como em qualquer tribunal, a composição do TCU mudará um dia. Se essa proposta dos governistas prosperar, o TCU não terá a independência necessária diante de todo e qualquer Governo.

O que falta ao TCU hoje é exatamente isso: independência.

sábado, 20 de junho de 2009

Rádios via FM serão desligadas em 2015 na Inglaterra, diz relatório

Texto baseado na reportagem Rádios via FM serão desligadas em 2015 na Inglaterra, diz relatório.

Como vemos, o rádio digital caminha a passos largos no Primeiro Mundo. Aqui neste país de tolos, o ministro Hélio Costa prefere fazer turnê nacional de inauguração de canais de TV digital, ao invés de trabalhar pela implantação do rádio digital.

Durante os últimos anos, Hélio Costa trabalhou lado a lado com o lobby em favor do sistema de rádio digital IBOC americano, que é inferior ao DAB europeu e é mais caro, inviabilizando a sua implantação em rádios pequenas e rádios comunitárias. Várias rádios gastaram dinheiro para testar o sistema IBOC, como as rádios dos sistemas Globo e Associados. Se deram mal: todas elas tiveram uma considerável queda do nível de sinal, como a poderosa Tupi AM carioca. Em São Paulo, aconteceu o mesmo com várias AMs. Só escaparam as rádios cujas cúpulas previram o fracasso do IBOC no Brasil. Tutinha, o homem do grupo Jovem Pan, disse claramente que não confiava no IBOC, e não implantou o sistema nas rádios do seu grupo. Agora colhe os louros da boa visão.

Foi preciso que uma boa alma alertasse o ministro Hélio, para ele desistir de implantar o IBOC e abrir outra consulta pública. O resultado é que várias AMs que caíram no conto do ministro estão adotando a solução mais porca para solucionar o problema da piora de sinal: estão colocando seus sinais simultaneamente em FM. Como é o caso vergonhoso da Tupi AM, da CBN, da Bandeirantes AM de São Paulo...

A Tupi AM e seus comunicadores espalham aos quatro ventos que o FM é tecnologia de ponta, só porque mais novo que o AM e está presente em todos os aparelhos de MP3 e telefones móveis. "Tupi em todos os rádios", é o lema da campanha da Tupi a respeito de seu imoral sistema de transmissão AM+FM.

Na Holanda, os tecnocratas do rádio ordenaram o fim de todas as transmissões em AM. Quem não virou "AM em FM" saiu do ar. A segmentação do rádio se deu mal, enquanto o DAB não chega por lá.

A verdade é que tanto o AM analógico como o FM analógico são tecnologias ultrapassadas, e o rádio tem que caminhar rumo à digitalização. É isso que tem que ser colocado na cabeça do Ministro das Comunicações e dos tecnocratas do rádio, do Governo e das emissoras.

O rádio digital permite uma quantidade e uma variedade maior de emissoras. E, se for adotado um sistema de banda distinto do AM e do FM, como o DAB, poderão ser abrigadas todas as atuais AMs e FMs de todas as localidades, mesmo as rádios do saturado dial paulistano, e ainda poderiam abrir espaço para mais rádios diferentes. Adotando-se uma banda abrangendo todas as atuais AMs e FMs, acabariam os discursos imorais pró-AM em FM e pró AM+FM.

Deve-se tomar cuidado para não entregarem os canais digitais aos mesmos membros do atual Mercadão das Drogas de Rádio. Senão, o dial digital ficará como o dial analógico: tomado pela jabazaria, pela politicagem ideológica e partidária, pela politicagem futebolística e pelos picaretas de Cristo.

Continuemos brigando por um rádio decente e democrático, tanto analógico como digital.

Texto extraído do Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro.

Profissões: Câmara versus STF

Profissões: Câmara tenta regular de pedólogo a repentista

BRASÍLIA -
O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a obrigatoriedade do diploma de jornalista e pode fazer o mesmo em relação a outras categorias, mas a pressão ainda é grande para a regulamentação de várias profissões. Só na Câmara estão em tramitação 169 projetos de normatização de profissões como pedólogo, cozinheiro, manicure, astrólogo, técnico de futebol e até repentista.

Para conter o crescente movimento, a Comissão de Trabalho da Câmara aprovou em maio do ano passado uma súmula com requisitos mínimos para a criação ou reconhecimento formal de novas profissões.

- Dado o grande volume de pedidos de regulamentação, foi elaborada a súmula. Ela não é muito dura, mas com ela não é fácil para regulamentar profissões - disse o deputado Pedro Fernandes (PTB-MA), ex-presidente da comissão.

(...)

Desde a decisão no STF de acabar com a exigência do diploma de jornalismo, outro movimento está batendo às portas da Comissão de Trabalho. Entre os mais preocupados com uma possível desregulamentação estariam engenheiros, enfermeiros, farmacêuticos e oftalmologistas.

- Tem muita gente preocupada - disse Fernandes.


Texto na íntegra em Profissões: Câmara tenta regular de pedólogo a repentista

Parece que, desta vez, a Câmara está em sintonia com a sociedade, ao invés do STF. O que importa é garantir os direitos trabalhistas, não precarizá-los, como quer fazer o STF.

De todas as declarações de Gilmar Mendes, presidente do STF, as que chamam mais atenção são estas aqui:

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, disse nesta sexta-feira, em São Paulo, que a decisão de derrubar a obrigatoriedade do diploma de jornalista para o exercício da profissão deverá criar um "modelo de desregulamentação" das outras profissões que não exigem aporte científico e treinamento específico.

- A partir das premissas estabelecidas nesse julgamento, acho que vamos ter também a possibilidade de revisão de outras leis que fixam essas regras de corporação, de determinados segmentos profissionais. Tenho a impressão que vai haver uma revisão geral dessa legislação profissional - previu Gilmar Mendes, que na quinta-feira
admitira que outras profissões poderiam questionar a exigência do diploma .

O presidente do Supremo lembrou que a regulamentação de profissões começou no século passado, na época do "Varguismo" do presidente Getúlio Vargas, para criar reserva de mercado, o que, acompanhando a tendência neoliberal global, deve acabar em breve.

- Não sou capaz de emitir juízo seguro, mas se for considerado que essa é uma prática que remonta já ao "Varguismo", essa ideia de regulamentação de profissão... E o ministro Celso (de Mello, integrante do STF) inclusive citou lá 10 projetos de lei que tramitam no Congresso tratando da regulamentação das mais variadas profissões - escritor, cabeleireiro e que tais. Então se vê que, não só no passado, mas (atualmente há) uma tendência que prossegue na tentativa de criar reservas de mercado. E isso certamente não vai encontrar amparo na jurisprudência do Supremo - afirmou.

O presidente do STF não soube dizer, no entanto, quais profissões correm o risco de ser desregulamentadas.

- Que eu saiba, não. Mas tenho a impressão que vamos entrar em um "processo de desregulamentação". Tendo o Supremo Tribunal afirmado que é preciso deter certo nicho científico, um nicho técnico para que se possa estabelecer e regulamentar uma profissão, certamente muitas leis cairão.

Texto na íntegra em
Depois de derrubar obrigatoriedade do diploma de jornalista, STF pode fazer o mesmo com outras profissões

Ao fazer a defesa do neoliberalismo e criticar o "varguismo", Gilmar Mendes provou que está fazendo julgamentos ideológicos, ao invés de julgamentos técnicos. Merecia ser destituído da Corte.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Fórmula 1: Está na hora de deixarmos essa joça pra lá

A rigor, a Fórmula 1 morreu junto com Ayrton Senna, em 1º de maio de 1994. Depois dele, sobraram apenas pilotos que são mais mecânicos que aqueles que trabalham nos boxes. Além disso, a vitória nessa categoria está muito mais nas mãos da melhor equipe no que na dos melhores pilotos.

Com esse rompimento iminente e a reação da FIA, está atestada a morte cerebral da categoria, faltando apenas esperar o coração bater e o corpo esfriar, para fechar o caixão.

A TV Globo está encrencada, se só sobrarem na Fórmula 1 a Williams e as equipes pequenas. A não ser que compre os direitos de transmissão da “Fórmula 1 Cover”, que pode ficar melhor que a original. A TV Record pode correr por fora.

Tanto uma categoria como outra se tornaram totalmente anacrônicas. Os carros bebem muito combustível não-renovável, os maiores patrocinadores são fábricas de cigarros e a cartolagem está destruindo a categoria, como está fazendo com o futebol carioca.

O bom mesmo é deixarmos essa joça pra lá. Deixemos a TV Globo, a Rádio Bandeirantes, a Band News FM, a CBN e a Jovem Pan AM às moscas.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Valesca Popozuda avacalha com Lula

É verdade que o presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, não está imune a críticas e seu governo, dentro das expectativas que tínhamos seja para a pessoa do antigo operário, seja para o Partido dos Trabalhadores que nasceu sob o signo do socialismo mas traiu suas próprias origens, andou decepcionando bastante quem antes apostava no antigo líder sindical como chefe da nação.

Mas isso não quer dizer que permitamos também que sua figura seja avacalhada de forma tão fútil, uma vez que esta atitude, além de expressar um cinismo e arrogância, representa uma afronta às instituições democráticas, da mesma forma que a "galera" que pede o fechamento do Congresso Nacional a pretexto de "limpar a corrupção", um argumento que os generais da ditadura fizeram quando baixaram o AI-5 (e o cacete nos "subversivos").

Texto na íntegra em http://okylocyclo.blogspot.com/2009/06/valesca-popozuda-avacalha-com-lula.html

Se querem avacalhar o Lula, façam no campo político ou humorístico. Não com esse lance da mulher pelada com a cara enfiada na foto dele.

Essa é mais uma do Partido da Imprensa Golpista. Aliás, a Playboy brasileira é da mesma Editora Abril dona da Sujíssima Veja, reduto dos tucanalhas.

A verdade é que a oposição do governo Lula tem tão pouca classe quanto a oposição do governo FHC. Vai ver, ambas aprenderam com os dois Josés: José Dirceu e José "Não ame; estupre" Serra, ex-companhêros da UNE.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

STF derruba exigência de diploma para exercício da profissão de jornalista

Decisão atende a pedido do MP e de sindicato das empresas de rádio e TV. Desde 2006, liminar garantia atividade jornalística aos que já atuavam.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (17) derrubar a exigência do diploma para exercício da profissão de jornalista. Em plenário, por oito votos a um, os ministros atenderam a um recurso protocolado pelo Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no Estado de São Paulo (Sertesp) e pelo Ministério Público Federal (MPF), que pediam a extinção da obrigatoriedade do diploma.

Texto na íntegra em
http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1198310-5598,00-STF+DERRUBA+EXIGENCIA+DE+DIPLOMA+PARA+EXERCICIO+DA+PROFISSAO+DE+JORNALISTA.html

Que decepção, senhores ministros do STF e Procuradores da República. Nessa decisão tipicamente patronal, os senhores autorizaram os donos da midiazona a colocarem os leitores, ouvintes e telespectadores à mercê de qualquer Zé Mané que os patrões coloquem dentro das redações. Longe de dar oportunidade para quem tem o dom do jornalismo, mas não tem a formação acadêmica para tal, a decisão do STF só abrirá as portas de entradas das redações para os “jornalistas” que possuam QI. O famoso “quem indique”.

Se o atual jornalismo brasileiro já tinha se transformado em showrnalismo, com a profusão de reportagens e análises superficiais e fúteis, imagine agora com as redações preenchidas por detentores de QI.

Como diz o jornalista Clayton Conservani, “tudo que está ruim pode piorar”.

terça-feira, 16 de junho de 2009

'A crise é do Senado, não é minha', diz Sarney

Presidente do Senado discursou nesta terça-feira (16) em plenário.

Ele disse que desde que assumiu só tentou resolver problemas da Casa.

Eduardo Bresciani Do G1, em Brasília

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), iniciou seu pronunciamento nesta terça-feira (16) no plenário afirmando não ser o culpado pela crise administrativa na Casa. Sarney afirmou que os problemas são de toda a Casa e não relativos a sua pessoa. “A crise do Senado não é minha. A crise é do Senado e é esta instituição que nós devemos preservar”, disse Sarney. Ele afirmou que nos quatro meses do seu mandato atual na presidência do Senado só trabalhou para resolver os problemas administrativos da Casa. Citou a questão das
horas extras, das passagens aéreas, entre outras denúncias.

Enumerou também algumas providências que já foram tomadas, como cortes de verbas, normas sobre divulgação eletrônica, restrições de seminários, congressos, e outros tipo de reuniões que segundo ele estavam servindo de abuso no Senado e a extinção de várias diretorias, comissões especiais e secretarias da Casa. Contudo, não anunciou novas medidas.
Sarney afirmou que nunca teve antes seu nome envolvido em qualquer escândalo em seus 60 anos de vida pública. “Não seria agora na minha idade que eu iria praticar qualquer ato menor, que eu nunca pratiquei na minha vida. Assisti muitos escândalos e momentos de crise e em nenhum momento meu nome esteve envolvido”.


Texto na íntegra em http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL1196636-5601,00-A+CRISE+E+DO+SENADO+NAO+E+MINHA+DIZ+SARNEY.html

Nunca teve nenhum escândalo, sr. Sarney? E a farra das concessões de FM e de TV na época da Constituinte dos anos 80? E o fim do Plano Cruzado 1 logo após a eleição de 1986?

Como há 20 anos atrás, a Dança do Créu dos peemedebistas continua. Velocidade 15, DJ!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Maratona Aquática com Obstáculos



Às vezes, imagino como seria uma Olim Piada no Rio de Janeiro ou em qualquer lugar do Brasil.

No Rio, as provas de Maratona Aquática seriam feitas no mar de Copacabana.

Como ficaria a cara das “otoridades” cariocas se, no meio da prova, os competidores encontrassem um sofá velho boiando nas águas de Copacabana, princesinha do mar?

Esta não é uma fotomontagem. É uma foto autêntica enviada por um leitor para um tradicional jornal carioca.

Enquanto isso, as “otoridades” continuam somando forças. Pão e circo para um país de tolos. Vai ver, estão propondo a criação da modalidade Maratona Aquática com Obstáculos.

domingo, 14 de junho de 2009

Paes, Cabral e Lula curtindo a vida


O Trio Parada Dura que governa o Rio de Janeiro continua aproveitando a vida. Agora mesmo, o prefeito acaba de retornar de mais uma viagem. Desta vez, da Suíça.

Fonte: http://odia.terra.com.br/portal/mundo/html/2009/6/eduardo_paes_anuncia_revitalizacao_do_porto_ao_chegar_na_suica_17832.html

Eu não me incomodo com as viagens dos presidentes, seja Lula, FHC ou qualquer outro. Faz parte do trabalho deles. Os estrangeiros também vêm aqui... Só não vêm quando enfrentam protestos ruidosos por aqui, como o presidente reeleito Mahmoud "não houve Holocausto" Ahmadinejad.

Deve-se questionar o fato de o Trio Ternura viver tempo demais juntos. Para serem aliados, não precisam necessariamente estar fisicamente juntos o tempo todo. Ainda mais viajando para cima e para baixo.

O governador e o prefeito viajarem não têm nenhuma explicação justa. Só estão fazendo isso para garantirem a Copa 2014 e a Olim Piada 2016 no Rio.

Aquele caríssimo navio encalhado que Cesar Maia construiu no centro da Barra sairá barato, perto do que Batman & Robin do PMDB pretendem fazer até 2016.

Leitora de O Globo comenta novo CD dos Titãs

Publicado originalmente em http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/06/10/em-novo-disco-sacos-plasticos-titas-voltam-aos-primordios-inovam-em-parceria-com-produtor-rick-bonadio-756286051.asp
CD Titãs - Sacos Plásticos
madragol - email

12/06/2009 - 15h 43m

Ouvi as 14 faixas, e só gostei de "Problema". Parecem uma banda de adolescentes na garagem do papai/mamãe. Já vivi isso antes, com meu filho. Mas os Titãs têm um nome a zelar por tudo que já fizeram na música pop/rock do Brasil. Seria melhor ficarem só fazendo shows e relembrando aquelas maravilhas composições como "Cegos do Castelo" por exemplo. Pelo amor de Deus, meninos, não entrem nessa onda de "som moderno", cheio de efeitos especiais, o público de vocês é outro, acordem!!!

Madragol

Sábias palavras, Madragol.

Faustão acerta renovação por mais 8 anos na Globo




11/06/2009 - 12h50

Fausto Silva acerta renovação por mais 8 anos na Globo

Ricardo Feltrin - Colunista do UOL

O apresentador Fausto Silva, 59 anos, fechou acordo prévio para renovar seu contrato até 2017 com a Rede Globo.

Fausto, 20 anos à frente do "Domingão", é o maior faturamento da Globo, e também seu maior salário (na casa dos R$ 5 milhões). Parece exorbitante, mas a impressão se dilui ao saber da enorme receita que o apresentador traz para a Globo. O patrocínio do Bradesco ao quadro "Dança com Famosos", por exemplo, foi fechado numa pizzada em sua casa.

Faustão fez vários pedidos à Globo, mas só um não foi atendido: o programa continuará sendo feito no Rio. O motivo é que seria um custo enorme trazer o casting da Globo para São Paulo todas as semanas, entre outras coisas.

A emissora aceitou exibir o "Domingão do Faustão" sempre das 18h às 21h. Com isso, o "Fantástico" passará para a faixa das 21h às 23h e alguma coisa...

Ainda sobre o salário de Fausto Silva, cabe lembrar que ele é um caso único no país: ele tem percentual sobre o faturamento do programa.

Até 2017? Ôrra, meu!

Como diz a Plebe Rude, “desligue o rádio, destrua a TV”.

sábado, 13 de junho de 2009

TV digital nos EUA e no Brasil

TV analógica chega ao fim nos EUA

NOVA YORK - As emissoras de televisão nos Estados Unidos começaram a cortar seus sinais analógicos nesta sexta-feira, marcando o fim de uma tecnologia de mais de 60 anos. A partir deste sábado, todas as transmissões no país serão feitas pela tecnologia digital. E deve haver confusão. A expectativa é de que pelo menos pelo menos três milhões de domicílios vão amanhecer sem TV.

Matéria na íntegra em
http://oglobo.globo.com/economia/mat/2009/06/12/quatro-mil-operadores-estarao-de-plantao-nos-eua-para-tirar-duvidas-sobre-tv-digital-756324917.asp

Se 3 milhões de lares americanos não estão preparados, imaginem nesta terra de ninguém, onde a TV, o rádio e as operadoras de telefonia celular e fixa prestam um péssimo serviço. A população em geral vive em condições precárias, com muita gente tendo que catar comida em lixões, e mesmo assim aplaudindo o melhor Presidente da República dos últimos 50 anos...

Pelo menos os americanos têm o que assistir. Aqui na terra brasilis, a TV aberta (analógica ou digital) só tem o lixo produzido aqui ou lá fora.

Comprem conversores e TV digital, e vocês terão Faustão digital, Ana Maria Braga digital, Xuxa digital, Galvão Bueno digital, novelas digitais, Gugu digital, Luciana Gimenes digital, TV Fama digital, Brasil Urgente digital, horário político digital, televendas digitais, pastores digitais...

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Titãs - CD Sacos Plásticos

CD Titãs - Sacos Plásticos
Ouvi este novo disco. Nele, os Titãs deixam para trás aquele estilo de "manual de auto-ajuda" que haviam adotado na fase Abril/BMG, para retomar temas variados, como no início da carreira. O único problema é que a abordagem continua sendo de jovens em início de carreira, não de homens amadurecidos que se supõe que os Titãs sejam.

O produtor Rick Bonadio (o abominável homem por trás de NX Zero e Fresno) bem que tentou mudar o som dos Titãs, como tentou também com o Ira! (CD Invisível DJ, lançado pela mesma Arsenal de Rick Bonadio em 2007). Fracassou nos dois casos.

Quanto a fazerem som moderno, como os Titãs tentaram neste novo disco, novidade alguma. Eles já faziam isso lá nos anos 80, misturando rock, MPB e percussão eletrônica, só que o resultado era bem melhor. E fazer efeitos especiais nem é mais algo moderno, porque o Ira!, o Barão Vermelho, o U2 e até o Midnight Oil gravaram discos com sons eletrônicos, só que nos anos 90.

No geral, este novo CD dos Titãs é constrangedor. Se a intenção era parecer “moderno” eles já fizeram isso com muito mais competência, com seu disco "grunge" Titanomaquia (1993).
Espero pelas reedições dos CDs Cabeça Dinossauro (1986) e Titanomaquia. Estes são os melhores discos dos Titãs. O primeiro pela qualidade e pelo momento histórico, e o segundo pela fúria e pela sonoridade.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Dilma 2010 repetirá Alckmin 2006?

Garotinho entrega carta de desfiliação do PMDB e diz que apoiará Dilma

BRASÍLIA - O ex-governador do Rio Anthony Garotinho entregou nesta quarta-feira ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e à presidente nacional do PMDB, deputada Íris Araújo (PMDB -GO), sua carta de desfiliação do partido. Garotinho vai se filiar ao PR no dia 22 de junho. No encontro, o ex-governador disse que vai apoiar a candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência da República em 2010.

Continua em http://oglobo.globo.com/pais/mat/2009/06/10/garotinho-entrega-carta-de-desfiliacao-do-pmdb-diz-que-apoiara-dilma-756280240.asp

Ora bolas. O PR é linha auxiliar do PMDB, assim como o PP, o PTB, o PSC e um monte desses partidos nanicos de aluguel que há por aí. Se um político não tem a legenda 15 garantida, basta ingressar num desses outros partidos.

O PMDB não se livrará assim tão fácil do fardo de ser a legenda do fracasso dos últimos governadores (Anthony Matheus, Rosinha, Cabral Filho). Garotinho continuará tão peemedebista como antes. Ainda mais deixando a prefeita Rosinha e a vereadora neocarioca Clarissa no PMDB.

Em 2006, a candidatura presidencial de Geraldo Alckmin (PSDB) naufragou de vez quando ele apareceu abraçado ao ex-governador Anthony Matheus. Ou Dilma Roussef (PT) rejeita Garotinho desde já, ou repetirá em 2010 o fracasso do picolé de chuchu em 2006.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

O blog da Petrobrás

Os demos, os tucanalhas (da imprensa golpista, inclusive) e as luletes continuam na arena dos gladiadores.

Trago aqui uma seleção dos melhores comentários sobre o assunto, na comunidade Rio de Janeiro RJ - http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=56537673&tid=5345162928215172065

Daniel
O Rei está nu - o blog da Petrobras e a Imprensa

Pessoal, acompanhando ontem a movimentação da blogosfera fui conferir o blog da Petrobras: http://petrobrasfatosedados.wordpress.com/

Sinceramente, o quadro é aterrador. Basta uma leitura rápida para ver como todas as informações e entrevistas fornecidas pela empresa foram grotescamente distorcidas e manipuladas para desfavorecê-la perante a opinião pública. Se alguém tinha dúvidas de que há uma campanha em curso na Imprensa contra a estatal perderá todas.

Detalhe: os jornais estão gritando pacas, alegando "quebra de confidencialidade" e outras sandices mas até agora não desmentiram NENHUMA das informações postadas no blog, sinal de que foi direto na ferida.

Fica a pergunta: a quem interessa a campanha contra a Petrobras?

Sonia

Está em curso uma evidente campanha difamatória contra Petrobras. Faz parte da estratégia eleitoral do governador José Serra (PSDB) em direção ao Planalto. O alvo é a Petrobras e seu presidente José Sérgio Gabrielli.Seria uma campanha orquestrada pelo tucanato paulista e mineiro, com envolvimento de jornalistas.

Como não sou tão bem informada feito o Daniel, fui pesquisar em blogs e encontrei essa afirmação...

Felipe

Está em curso uma evidente campanha difamatória contra Petrobras. Faz parte da estratégia eleitoral do governador José Serra (PSDB) em direção ao Planalto. O alvo é a Petrobras e seu presidente José Sérgio Gabrielli.Seria uma campanha orquestrada pelo tucanato paulista e mineiro, com envolvimento de jornalistas.

Exatamente! Não sou fã do Lula (só o acho superior ao FHC/Serra/outros da direita)...mas é óbvio que eles tão fazendo isso pra tentar denegrir a imagem do Lula e da Petrobras e favorecer o Serra (e também o Aécio)...assim como aquela história do terceiro mandato, que obviamente não vai acontecer, mas mesmo assim a imprensa fica direto falando sobre isso...principalmente as Organizações Globo (um lixo de direita e antro de negatividade)...

Leandro Rocha

No Brasil a imprensa se acha intocável, como se fosse a última guardiã da moralidade, da decência, da verdade e da imparcialidade. A imprensa livre é necessária. mas imprensa livre não pode ser sinônimo de imprensa irresponsável, nem acima do bem e do mal.

Casos como o da Escola Base provam isso.

Principalmente num país onde uma rede de TV ja elegeu até presidente e onde canais são dados por concessão a políticos, parentes e amigos destes.

Corajosa e muito oportuna a atitude da direção da Petrobrás. O direito a liberdade de expressão só será justo quando puder ser exercido igualmente por todos. A internet confere essa possibilidade, muito mais que a TV ou a mídia impressa, que ficam nas mãos de meia dúzia.

Renan

Tem jornalista que não tem um pingo de equilibrio, de ética. Tem jornalista renomado que não sabe fazer crítica construtiva e parte para a ofensa. Mas quando é ofendido, se faz de vítima ao máximo.

Rodrigo
Nao nos esqueçamos que a imprensa e o quarto poder, nao constituido pelo povo, mas que o manipula e distorce informaçoes ao seu bel prazer.


Ate mesmo nos telejornais, parte da imprensa ja se posicionou contra a manipulaçao de noticias anti-Petrobras.

Nao nos esqueçamos que essa corja tucanalha-demoniocrata tentou privatizar nao so a Petrobras, como CEF, BB e os colegios e faculdades federais. A tentativa de privatizaçao desses dois ultimos irrompeu na greve de 105 dias em 2001.

MAFERSA

Exatamente Leandro. A Internet se tornou o MAIOR PESADELO desta imprensa "marrom" (de merda mesmo). Enquanto estes putos nao conseguirem, de um jeito ou de outro, começar a censura-la, não sossegarão. E acredite: Aos poucos, bem pelas beiradas, a censura esta sim, chegando a internet. Tenho um canal, que é o 5º mais visto do Youtube, e aquilo lá é uma PROVA TOTAL DISSO. Fora as orquestrações na calada da noite, com pseudo-leizinhas feitos por esta corja, em especial PSDB e PMDB.

E Acredite: Se (PSDB e DEM) ganharem em 2010 (Calafrios), essa PUTARIA VAI RECOMEÇAR, e desta vez, com efeitos ainda mais desastrosos.

A Privatização do BB, embora nao tenha acontecido, de uma forma sutil, digamos assim, ja esta meio caminho andado, ja que 51% é do governo, e outros 49% e de "acionistas particulares". Ou ninguem sabia desta?

Como vivo citando aqui, o Lula pode nao ser nenhum modelo de presidente (e NÃO É MESMO), mas comparado ao FHC-C ladrão FDP, que entregou esta merda pro Capital estrangeiro, está MUITO MELHOR.

E pensar que na Epoca do Collor, todos pensavam que ele ia fazer isso.

Nao conseguiu fazer, mas ai feio o FHC-c e "POU"!. Fez pior.

terça-feira, 9 de junho de 2009

22 homens-bomba na Palestina

Ontem, Flamengo e Corinthians confirmaram um amistoso a ser disputado no estádio Al-Husseini, com seis mil lugares. Ele fica localizado em Ramallah, na Cisjordânia, território palestino.

Deverá ser o maior ataque terrorista suicida da história. 22 homens-bomba em campo, fora os reservas que entrarem.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Ainda há otários que acompanham a Fórmula 1?

Hoje, o jornalista Hélio Fernandes postou o seguinte comentário em seu blog:

Formula 1 sem emoção

Se continuar assim, ninguém assiste mais. (Jason) Button ganhou 6 das 7 provas, não saiu em primeiro lugar, mas logo ultrapassava o alemão Vetel. A unica ultrapassagem realmente sensacional foi de Nelsinho Piquet. Barrichello? Bem, voltou aos tempos antigos, saiu em terceiro, loogo, logo estava em ultimo.

Eu respondi:

Hélio, ainda há otários que assistem essas corridas? Pior ainda, será que ainda há quem se disponha a ouvir essa marmelada nas rádios CBN, Globo e Band News? Parece que não é só o Brasil que é um País de Tolos, já que essa coisa passa na TV de trocentos países.

domingo, 7 de junho de 2009

2006-2007: Quando os tolos eleitores de Geraldo Alckmin foram traídos pelos tucanalhas

Em 2006, a turma neoconservadora viu no então candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB) alguém que pudesse substituir o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente que se equilibra entre o peleguismo bolchevista e o fisiologismo da velha direita do PMDB (Partido do Movimento Direitista Brasileiro) e de outros partidos fisiológicos. Por sinal, alguns ex-subservientes ao presidente FHC.

A campanha do picolé de chuchu foi um festival de trapalhadas digno dos melhores e piores momentos do saudoso programa Os Trapalhões. Alckmin tornou-se um direitista envergonhado, disse que estava “à esquerda de Lula”, abraçou publicamente o ex-governador Anthony Garotinho e não assumiu as posições privatistas de seu partido. O dia mais marcante de sua campanha mambembe foi quando apareceu com funcionários de uma empresa estatal vestindo um macacão estampado com logomarcas de estatais (Petrobrás, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios, etc). Parecia o eterno perdedor Rubens Barrichello, cheio de publicidade no macacão.

No ano seguinte, com Lula já empossado no segundo mandato, os tucanalhas votaram em massa, felizes e contentes, pela eleição do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) para a presidência da Câmara dos Deputados.

Tanto namorico dos tucanalhas com os luletes fez com que as viúvas de Alckmin esbravejassem sua raiva pelo país afora. Como o gaúcho Ronaldo Laux, no seu programa Confronto.



A verdade é que os tolos neoconservadores não se sentem representados por nenhum político brasileiro. Nem pelos partidos brasileiros existentes. O PSDB e o DEM não se assumem como direitistas, e os demais (PMDB, PP, etc) são fisiológicos demais. Apoiaram FHC e apóiam Lula.

A política brasileira nunca será séria enquanto os políticos não assumirem suas posições. Sejam direitistas, esquerdistas, neoliberais, socialistas, capitalistas, comunistas, democratas, autoritários, etc.

Como eu sempre fui mais chegado a um espírito punk, continuo acreditando que essa cambada toda não passa de um bando de tolos.

sábado, 6 de junho de 2009

Mais politiqueiros e outros tolos elogiando o AeMão da Tupi

Se a Tupi AM/FM não apagar, todos podem agora acompanhar alguns dos maiores politiqueiros deste estado e deste país elogiando o AeMão da Rádio Tupi.

http://www.tupi.am/tupi-em-todos-os-radios.aspx

http://www.divshare.com/download/7588967-37c

Destaque novamente para o maior presidente dos últimos 50 anos:

"Eu acompanho a Tupi desde que cheguei a São Paulo"

O sujeitinho ainda confunde a Tupi carioca com a de São Paulo...

A lista inclui políticos do naipe de José Sarney, Carlos Minc, Cabral Filho, Jorge Picciani, Eduardo Paes, Wagner Montes... Só figuraça.

A lista inclui também Wagner Victer, o Secretário de Insegurança José Mariano Beltrame, os cantores Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Elymar Santos, Neguinho da Beija-Flor e Dicró, e por fim, Sonia Abrão, Carlos Alberto Torres, Franklin Martins e Lula Vieira.

Enfim, a fauna e a flora deste País de Tolos.

Os “imaculados” do PSOL

Diante de um cenário político nacional dominado por luletes, tucanalhas, demos e políticos fisiológicos em geral, chega a ser enervante a pose de “imaculados” mantida pelos políticos do PSOL.

Na farra das passagens aéreas no Congresso, foi descoberto que a vereadora de Maceió Heloísa Helena continuou usando sobras de créditos de passagens, mesmo depois de terminado seu mandato de senadora. Deputados do PSOL repassaram para terceiros as sobras de seus créditos, inclusive para o neosimpatizante delegado Protógenes Queiroz.

Heloísa Helena e seus colegas fizeram pití, quando seus nomes foram citados. “Não nos misturem com essa gentalha”, repetem HH e seus colegas, tal como um realejo, ou como certos personagens do seriado do Chaves.

E ainda há tolos que acreditam ser o PSOL uma alternativa ao atual cenário dominante.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Franceses condenam identificação de destroços do avião

O Governo brasileiro, cantado em verso em prosa pelos gringos lá fora, começa a mostrar a eles sua verdadeira face, nesse vexame de dimensões internacionais.

Franceses condenam identificação de destroços do avião

Nos jornais franceses, o destaque era o fato de os destroços encontrados não serem do Airbus. As autoridades brasileiras foram criticadas por divulgar conclusões precipitadas.


http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL1185045-10406,00-FRANCESES+CONDENAM+IDENTIFICACAO+DE+DESTROCOS+DO+AVIAO.html

Bem que o ministro Nelson Jobim e os militares poderiam ter nos poupado desse vexame, não é mesmo?

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Governo José Serra: “Não ame. Estupre”

Em matéria de educação, ou da falta dela, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, na gestão do governador José Serra, superou todos os limites. Muitos jornais e portais, desde o pequeno CMI (http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2009/05/447873.shtml) até O Globo (simpatizante do tucanato) documentaram este recente escândalo do governo paulista, que distribuiu livros paradidáticos nas escolas públicas de todo o Estado.

Tais livros, destinados a alunos de 13 anos de idade (segundo as próprias editoras) foram distribuídos para crianças de 9 anos. Até mesmo Joca Reiners Terron (autor do poema Manual de Auto-Ajuda para Supervilões, o mais criticado pelos professores, editado no livro Poesia do Dia - Poetas de Hoje para Leitores de Agora) fez duras críticas à atitude do governo paulista. “Não é para crianças de nove anos. São várias ironias, que elas não entendem”, disse o escritor.

O autor diz que o poema só pode ser compreendido a partir da adolescência. Nele há versos singelos como “nunca ame ninguém. Estupre”; “Tome drogas, pois é sempre aconselhável ver o panorama do alto”; e “Odeie. Assim, por esporte”.

Uma frase da reportagem do CMI resume toda a questão:

Professor da Faculdade de Educação da USP, Vitor Paro afirma que a escolha do livro para crianças de nove anos “é produto da incompetência e ignorância do governo”.



Quem pretende eleger José Serra para a Presidência da República em 2010 precisa saber dessas coisas e escolher bem quem cuidará da educação deste país. Para não reclamar depois.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Uma possibilidade: a primeira metade do dial FM carioca ocupada totalmente por programas "AM em FM"

Não é delírio apocalíptico. Uma análise detalhada dos últimos acontecimentos e do dial FM carioca permite chegar a esta possibilidade. Neste artigo, trataremos apenas da primeira metade do dial FM carioca, de 87,9 a 97,9. Atualmente, a primeira rádio é a "Nossa Rádio FM" 89,3, e a última é a Melodia FM 97,3.

De todas essas rádios, quatro tem programas "AM em FM": 93 FM 93,3 (Debate 93, de segunda a sexta, 11 a 12h), Roquette Pinto FM 94,1 (toda a programação de segunda a sexta, 7 a 13h), Paradiso FM 95,7 (A Hora do Blush, de segunda a sexta, 17 a 19h) e Melodia FM 97,3 (debate de segunda a sexta, 11 a 12h, com reprises nos fins de semana). Outras três rádios são "AMs em FM" 24 horas por dia: CBN FM 92,5, Band News FM 94,9 e Tupi FM 96,5. Por fim, acrescentemos a "Nossa Rádio FM" 89,3 e seus cultos.

Ou seja: das nove rádios FM da primeira metade do dial (a segunda metade tem 11 rádios), apenas a MPB FM 90,3 não tem um único programa "AM em FM".

Fontes do TRIBUTO dão conta de que a Globo AM 1220 tem mais de 90% de chances de fechar nesta semana a compra da FM 95,7, ex-Alvorada, hoje arrendada pela Paradiso FM. A hipótese mais provável é que a Globo AM queira fazer da 95,7 sua repetidora, o que faria a Globo FM 95,7 ser a quarta "AM em FM" do Rio, depois da Band News, da CBN e da Tupi.

As fontes do TRIBUTO também informam que a famigerada Igreja Pentecostal Deus é Amor (IPDA) quer arrendar ou comprar uma FM no Rio. Duas delas estão na primeira metade do dial: MPB FM 90,3 e Melodia FM 97,3. A outra está na segunda metade: JB FM 99,7. Sabemos muito bem que o programa A Voz da Libertação da IPDA é quase totalmente composto por orações, trechos de cultos e exorcismos mil. Com pouca ou nenhuma música.

Caso a MPB FM 90,3 seja arrendada ou comprada pela IPDA, os programas "AM em FM" estarão presentes em toda a primeira metade do dial FM da segunda maior metrópole brasileira. E caso isso ocorra simultaneamente com a compra da 95,7 pela Globo AM, poderemos ter no horário das 11 às 12h algo insólito, digno de um país de tolos: uma sequência inteira de oito FMs (da 90,3 à 97,3) transmitindo programas "AM em FM", sem tocar uma música sequer. Um cenário desses seria o paraíso dos malditos Fanáticos Modulados, que fingem não existir o AM e insistem em querer ouvir seus comunicadores, debatedores, fofoqueiros, âncoras, comentaristas e colunistas em som de CD estéreo. Pouco se importando com a aniquilação das melhores FMs do Rio e a transformação do dial AM em covil de politiqueiros e vendilhões do Templo.

Oh, triste rádio do Rio de Janeiro! Quando reagirás contra teus inimigos?

Texto publicado originalmente no Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro - www.radiorj.com.br/fm-01.html

terça-feira, 2 de junho de 2009

GM vira empresa estatal

A essa altura, comunistas e socialistas estão perplexos e calados. A outrora toda-poderosa General Motors, ícone do capitalismo americano globalizado, agora é uma empresa estatal. Lá na matriz e também aqui neste país de tolos. Agora, o império ianque pode ser chamado de EUSA (Estados Unidos Socialistas da América do Norte).

Os neoliberais brasileiros também estão calados. Como podem defender a privatização das estatais brasileiras se até os EUA estão estatizando, para não deixarem seus ícones corporativos falirem?

Falando em estatização, esta era uma solução defendida para a Varig. O presidente Lula, que derrotou José Serra e Geraldo Alckmin por eles serem privatistas, nem se mexeu. Afinal, o que interessa é garantir o emprego DAS dos companhêro. E vale tudo para derrotar os tucanalhas em 2010 e garantir mais quatro anos de mordomias.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Presidente Lula faz elogios ao AeMão em FM da Rádio Tupi

Extraído de postagem do colega Fanático Rádio, da comunidade Dial Rio de Janeiro, em 1º de junho de 2009. Republicado em www.radiorj.com.br/tupi05.html

Em um tópico na comunidade da Antena 1, um membro postou que ouviu o presidente Lula na última sexta-feira, em boletim de notícias da Rádio Tupi AM, anunciar que o "O Rio de Janeiro irá ganhar uma grande emissora em FM".

Não consegui acreditar.

Entretanto, agora à meia-noite na própria Rádio Tupi, o locutor Fernando Sergio confirmou que o presidente Lula em visita ao Rio de Janeiro fez menção à Rádio Tupi como "uma grande potência no rádio carioca".

Acredito que isso tem implicações bastante sérias.

É de todos conhecido que o PMDB tem enorme influência na Rádio Tupi do Rio de Janeiro, inclusive em seu conteúdo editorial e noticioso.

É de todos sabido que o PMDB é um partido da base aliada do governo Lula.

É de todos sabido que o atual governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral é do PMDB.

É de todos sabido que o rádio brasileiro vive um de seus momentos mais difíceis, com falta de anunciantes, baixíssimos salários, emissoras em crise.

É de todos sabido que os Associados arrendaram a frequência da Antena 1 (103,7 MHz) para jogar a Nativa e possibilitar a entrada da Tupi-AM em FM, por uma cifra reportada em 8 milhões de reais mas que provavelmente foi superior a isso, considerando o valor das frequências FM no Rio de Janeiro.

Cabe uma investigação profunda do Ministério Publico para saber o por quê da menção do presidente Lula à Rádio Tupi do Rio de Janeiro em visita ao Rio e também de onde, como e quando o Grupo Associados obteve recursos para essa transação.

É de todos sabido que a Rádio Tupi do Rio de Janeiro obteve facilidades para a importação de seu transmissor digital AM.

Fica a denúncia.